domingo, 24 de setembro de 2017

Pudim de ananás

A receita original deste pudim é com gelatina de maracujá. Por cá, infelizmente, não consegui encontrar gelatina com este sabor , mas, como se costuma dizer, quem não tem cão caça com gato e lembrei-me de o fazer com o fruto rei cá da ilha, o ananás. Este pudim tem a vantagem disso mesmo, ou seja, de poder ser feito com o sabor de gelatina que se preferir. Com morangos , por exemplo, deve ficar muito bom também. É bastante fácil e rápida de se preparar.






































Receita daqui:

400 ml de leite
2 carteiras de gelatina de ananás
1 lata de leite condensado
1 pacote de natas ( 200 ml)

Calda:

1 fatia de ananás cortado aos cubinhos
1/2 chávena de açúcar
1/2 chávena de água

Método tradicional:

Aquecer o leite num tacho quase até ferver. Adicionar a gelatina e mexer bem. Acrescentar o leite condensado e as natas e bater bem ( por exemplo no copo misturador) e vazar  o preparado numa forma untada com um pouco de óleo. Levar ao frigorífico durante umas horas ( ou de um dia para o outro).


Bimby:

Colocar o leite no copo e programar 5 min/ 90º/ vel 1.
Juntar a gelatina e bater alguns segundos, vel 4.
Acrescentar o leite condensado e as natas e bater 30 seg/ vel 5.

Vazar o preparado numa forma untada. Usei uma forma de silicone . Levar ao frigorífico durante umas horas ( ou de um dia para o outro).

Desenformar ( é bastante fácil de desenformar e nem é preciso aquecer a forma) e cobrir com a calda de ananás.



Calda:

Juntar os ingredientes num tacho e levar ao lume durante 10 minutos. Deixar arrefecer e colocar por cima do pudim.

Nota: na Bimby são 10 min/ temp 100º/ vel 2.
















































Espero que gostem.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Colares em cortiça

Num passeio a Évora ,trouxe  fio de cortiça bem como outros ornamentos para fazer colares. Pus mãos à obra e  fiz um para mim e outro para a minha filha.  São bastante simples de fazer. Infelizmente por cá, não consegui ainda arranjar mais material.




o material





Espero que gostem.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Biscoitos de aveia e maçã



Agora que as aulas já recomeçaram, há que preparar uns snacks saudáveis, para comermos durante os intervalos . Estes biscoitos foram da revista Bimby deste mês, mas substitui o açúcar por tâmaras e ficaram muito bons. São saciantes e podemos comê-los sem culpas. Acrescentei alguns ingredientes que não constavam da receita original e do facto irei dando conta.


























Receita :

70 gr de noz ( usei uma mistura de frutos secos, como amêndoas, nozes, avelãs e castanha do Pará)
300 gr de maçã cortada em pedaços
50 gr de água
200 gr de flocos de aveia finos
200 gr de flocos de aveia grossos
1 pitada de sal
8o gr de açúcar amarelo( usei 80 gr de tâmaras)
2 ovos batidos
60 gr de óleo ( usei óleo de coco)
70 gr de passas
canela a gosto ( não consta da receita original)

Preparação:

1- Pré-aqueça o forno a 200º. Forre um tabuleiro de forno com papel vegetal ou tapete de silicone.

2-Coloque no copo os frutos secos e as tâmaras e prima o botão Turbo durante 5 segundos. Retire e reserve.

3-Coloque no copo 150 gr de maçã e pique 1 seg / vel 5. Reserve com os frutos secos.

4- Coloque no copo 150 gr de maçã, a água e a canela e cozinhe 10 min / 100º/ vel 1.

5- Adicione os flocos de aveia, o sal, os frutos secos, os ovos e envolva 6 seg / colher inversa / vel 4.

6- Adicione as passas e envolva com a ajuda da espátula.

7- Com a ajuda da colher de gelados, forme no tabuleiro pequenos montes separados entre si, pressione ligeiramente e leve ao forno cerca de 20 minutos. retire e deixe arrefecer. Reserve numa caixca com tampa hermética até ao momento de servir.








Espero que gostem.


domingo, 17 de setembro de 2017

Bolo de mandioca


Já tinha visto mandioca à venda nas grandes superfícies, pois graças à globalização, encontramos um pouco de tudo de todos os cantos do mundo. No entanto, nunca tinha feito nada com ela. Via muitas receitas com ótimo aspecto nos blogues das amigas brasileiras e foi de um deles que tirei a receita do bolo/ pudim que hoje vos mostro.

Durante o cozimento do bolo, espalhou-se pela casa um cheirinho maravilhoso e o sabor correspondeu  na perfeição.

Receita do blogue " Cantinho passatempo".

























Ingredientes:

2 ovos

1 e 1/2 chávenas de açúcar

2 colheres de sopa de manteiga

200 ml de leite de coco

500 gr de mandioca ralada crua


Rala-se a mandioca crua e reserva-se.


Bate-se o açúcar com a manteiga e os ovos até formar um creme.  Acrescentar-se o leite de coco e bate-se mais um pouco. Por fim, junta-se a mandioca, deixando 2 colheres de sopa  para polvilhar o bolo.






Vai ao forno pré-aquecido a 180º durante 50 minutos. Deixar arrefecer um pouco e desenformar.



Espero que gostem.



sábado, 2 de setembro de 2017

Trabalhos de última hora+ casaquinho com PAP

Fiz alguns trabalhinhos de última hora para oferecer. Penso que as ofertas feitas por nós têm outro significado. Claro que não é o valor monetário que está aqui em causa , antes o valor sentimental, pois foram feitas a pensar nas pessoas para quem se destinavam.


Aprendi num workshop on-line a técnica de "mosaic knitting".  Há padrões espetaculares e é relativamente simples de se fazer. Na internet podemos encontrar uma enorme variedade. O difícil é escolher, pois são todos muito bonitos.

Fiz então esta almofada.


























Pintei esta caixinha para guardar chá, já que a pessoa em questão gosta muito desta bebida.



Finalmente fiz este casaquinho para uma menina que nasceu há dias.
























Já aqui disse várias vezes que os modelos que faço são (quase) sempre os mesmos, apenas vou variando os pontos.  Se gostarem do modelo podem ver o PAP aqui.

O ponto é com malhas passadas e podem ver como se faz aqui.


A pala foi a que fiz para este casaquinho que já mostrei aqui.


Espero que gostem.

Vou fazer uma breve pausa e quando voltar irei visitar os cantinhos das amigas.








quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Snack do dr. Oz


O famoso Dr. Oz ,que tem um programa na televisão com o seu nome, mostrou há dias, este snack saudável e bastante simples de preparar. Fiquei logo com imensa vontade de o experimentar e , em pouco tempo, estava pronto.







Ingredientes:

1 tablete de chocolate culinária ( 200 gr) com 70% de cacau

1 punhado de tâmaras picadas

1 punhado de frutos secos ( usei uma mistura de nozes, amêndoas e avelãs, mas podem ser os da vossa preferência)


Derreter o chocolate em banho-Maria. Juntar as tâmaras e os frutos secos picados. Envolver bem e vazar a mistura num tabuleiro protegido com papel vegetal.










Deixar solidificar ( levei ao frigorífico) e partir, grosseiramente, pedaços do chocolate.
























Estão prontos a serem saboreados. Espero que gostem.

domingo, 27 de agosto de 2017

Waffles de maçã

Fiquei com esta receita marcada para experimentar, pois gosto muito de waffles e estes eram bem mais saudáveis do que os "normais". Ficam muito saborosos e são doces sem terem açúcar nos seus ingredientes, o que é sempre uma vantagem.



A receita original é com puré de abóbora, mas como a sua autora disse que podia ser substituído por puré de maçã, foi com esta fruta que fiz, uma vez que não tinha abóbora no momento.

Receita para 4 waffles:

(As cinco cores da cozinha saudável de Vânia Ribeiro)

150 gr de puré de abóbora ( usei de maçã)
50 gr de farinha de arroz integral
50 gr de farinha de aveia
150 ml de leite vegetal ( usei de coco)
4 tâmaras
1 colher de chá de canela
1/2 colher de chá de bicarbonato


Cozi primeiro a maçã descascada e sem pevides no micro-ondas durante 5 minutos.

Num processador de alimentos juntar todos os ingredientes e triturar até obter uma massa homogénea.

Untar a máquina de waffles , deixar aquecer e colocar uma porção de massa na máquina. Fechar e deixar cozinhar durante alguns minutos, dependendo da potência da máquina.

Nota: usei as formas de waffles da Tupperware e levei ao forno durante 12 minutos.

Servir com mirtilos, bananas ou até com uma bola de gelado, para um lanche um pouco mais pecaminoso.
























Espero que gostem

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Xaile em tricô com PAP




Fiz este xaile para oferecer à minha sogra pelo seu aniversário. Usei lã matizada e, por isso, não queria nada muito elaborado. A própria lã já faz um efeito bem bonito.



Para quem gosta de fazer xailes ou está a começar, este modelo é bastante fácil. O modelo é da Ravelry e podem vê-lo aqui: http://www.ravelry.com/patterns/library/stupidly-easy-triangular-scarf


O xaile começa como qualquer xaile triangular ( aumentando 1 ponto em cada extremidade do xaile e 1 ponto em cada lado do centro ( a espinha do xaile). O direito é em meia e o avesso em liga. No avesso não se fazem aumentos, apenas se tricotam as malhas como se apresentam.

Para quem não sabe começar xailes, deixo aqui este link:




Trabalhar estas voltas durante algum tempo ( não há medidas exactas aqui. Cada um faz as voltas que quer).



 Os buraquinhos podem-se fazer nas voltas que quisermos. Fiz de 20 em 20 voltas, mas podem ser de 10 em 10 ou à vossa escolha:

- na carreira do avesso fazer uma volta em meia
- na carreira do direito: *1 laçada, tricotar 2 pontos juntos em liga ( tricô). Repetir até ao fim.
-na carreira do avesso: voltar a fazer uma volta toda em meia




Aqui já a bloquear:





A barra final está diferente da do site , porque quis fazer um remate também diferente. 

Usei este remate ( mas podem fazer várias voltas em liga)





1ª volta: 1 meia, *1 laçada, 3 meias, 3 pontos juntos em meia, 3 meias. Repetir desde *

2ª volta ( avesso): como se apresentam

(...) continuar a seguir o gráfico até à sétima volta. Rematar tudo e está pronto o xaile.


Espero que gostem.


segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Bolachas de gengibre e canela

Tenho uma predilecção muito especial por bolachas caseiras. Estas têm a grande vantagem de não levarem açúcar e serem uma versão bem mais saudável do que as de compra. São tão boas que começaram a desaparecer mal foram feitas, o que é muito bom sinal.

A receita foi de um livro que comprei por sugestão da minha filha : " As cinco cores da cozinha saudável". Já tenho muitas outras marcadas para experimentar.
























220 gr de farinha de aveia ou flocos de aveia triturados

60 gr de farinha de amêndoa

150 gr de tâmaras sem caroço

3 colheres de sopa de óleo de coco derretido

80 ml de leite vegetal ( usei de coco)

1 colher de sopa de canela em pó

2 colheres de chá de gengibre em pó

1 colher de chá de fermento
























Num processador triturar todos os ingredientes até ficar uma massa consistente e moldável.

Colocar a massa entre duas folhas de papel vegetal  e esticar com o rolo da massa. Cortar a massa em formato de bolachas.

Levar ao forno a 180º durante 20 minutos ou até as bolachas estarem douradas. Deixar arrefecer completamente.

























Espero que gostem.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Cornucópias salgadas

No almoço em que juntei a família e de que vos falei no post anterior, fiz como entrada, entre outras estas cornucópias salgadas que ficaram deliciosas. Recheei com patê de atum, mas pode ser com qualquer um que queiram.

























Para as cornucópias:

-formas de cornucópias ( já se conseguem à venda nas grandes superfícies ou na Panifor)
- massa folhada ( de preferência rectangular)

Untar as formas das cornucópias com um pincel. Cortar tiras de massa folhada e envolver as formas. Comecei a enrolar pela parte mais fina.

Colocar as formas num tabuleiro protegido com tapete de silicone e levar ao forno pré-aquecido a 200º durante 12 minutos ou até que estejam douradas.

Deixar arrefecer e desenformar com cuidado. Rechear com o patê de atum, por exemplo.
























Patê de atum:

1 lata de atum

1 cebola pequena

2 dentes de alho

salsa a gosto

1 ovo cozido

maionese q.b.

Picar todos os ingredientes, excepto a maionese. Usei o Turbo chef da Tupperware. Adicionar maionese até ficar com consistência de patê ( convém ficar mais consistente)

Rechear as cornucópias e estão prontas a servir.















































Espero que gostem.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Trifle de frutos vermelhos e espumante

Aproveitando a vinda da minha filha para umas curtas férias, resolvi juntar a família  para um almoço. Uma das sobremesas que preparei foi o trifle de frutos vermelhos. Este tinha sido um desafio do Sweet World , mas, na altura, não pude participar. No entanto, tinha ficado sempre com esta bonita sobremesa na ideia para a poder experimentar no verão, pois é fresca sem ser enjoativa nem demasiado doce . Convém que seja feita numa taça bem alta. Eu não tinha e a quantidade que fiz deu para duas taças.

O trifle é uma sobremesa de origem britânica que deve ser composta pelas seguintes camadas:

-pão de ló embebido em licor
-morangos ou frutos vermelhos
-gelatina
-creme custard
-chantilly
























Receita ( Orquestra de Panelas)

Camada de gelatina:

1 garrafa de espumante
80 gr de açúcar
8 folhas de gelatina
500 gr de frutos vermelhos ( usei congelados)

Demolhe a gelatina em água fria.

Leve ao lume o espumante com o açúcar e quando começar a ferver, desligue o lume e junte as folhas de gelatina, mexendo bem para que se dissolvam no líquido quente. Verta na taça, junte os frutos vermelhos e leve ao frigorífico onde deverá permanecer cerca de 3 horas, até solidificar.


Camada de bolo:

Corte metade de um pão de ló às fatias e pincele com rum ( ou outro licor) até ficar húmido. Disponha as fatias sobre a gelatina sólida.

Camada de creme custard:

500 ml de leite
2 cascas de limão
1 pau de canela
80 gr de açúcar
2 colheres de sopa de farinha custard ( é uma farinha com sabor abaunilhado  que se vende nas grandes superfícies , geralmente junto à maisena).


Usei a Bimby, mas pode ser feito num tacho, claro. Tem que se ir mexendo para não ficarem grumos da farinha até ficar com a consistência de uma papa .

Colocar os ingredientes no copo e programar 10 minutos, temp 90º, vel 2.

Deixar arrefecer o creme tapado com película aderente . Depois de frio , cobrir as fatias de pão de ló.

Camada de chantilly:

200 ml de natas
100 gr de mascarpone
umas gotas de baunilha ( não usei)
3 colheres de sopa de açúcar em pó
umas gotas de sumo de limão

Bata as natas com o açúcar e o limão até prenderem. Acrescente o mascarpone e bata mais um pouco até ligar. Cubra o creme custard com esta última camada de chantilly.
























Enfeite com raspas de chocolate e mais alguns frutos vermelhos.

Leve ao frigorífico, preferencialmente de um dia para o outro.
























Espero que gostem.

sábado, 12 de agosto de 2017

Bolachas de aveia e coco

A lata das bolachas estava vazia e por isso fui à tal lista de receitas a experimentar que não pára de aumentar e resolvi fazer estas deliciosas bolachinhas que tinha visto no blog da querida Inês ( O diário da Inês) . As da Inês já foram feitas há bastante tempo, mas tinha ficado com a receita no subconsciente ( rsrs) e este foi o momento escolhido. Não me enganei: são mesmo muito boas.

























Ingredientes:

225 gr de farinha

2 colheres de chá de fermento

1/2 colher de chá de sal fino

150 gr de açúcar ( usei mascavado)

150 gr de manteiga

100 gr de flocos de aveia

100 gr de coco ralado

baunilha em pó a gosto


























Misture todos os ingredientes. Forme um rolo e guarde no frigorífico ou no congelador durante uma hora. Depois corte em rodelas e coloque-as num tabuleiro untado.


Nota: não quis esperar e então usei a colher de gelados para moldar bolinhas de massa. Depois, usei o carimbo para lhes dar um ar mais bonitinho. Coloquei as bolachas num tabuleiro protegido com tapete de silicone e levei- as  ao forno pré-aquecido a 180º durante 12 minutos.

























Espero que gostem.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Donuts no forno com açúcar e canela

Os donuts não têm necessariamente de ser fritos. Já aqui mostrei no blog uma receita com massa lêveda de donuts no forno e agora trago esta, bem mais simples de confeccionar pois não é preciso esperar para que a massa cresça, uma vez que o fermento usado é em pó, tipo Royal.


Receita ( daqui)

3/4 de chávena de farinha

2 colheres de sopa de Maizena

1/3 de chávena de açúcar

1 colher de chá de fermento em pó

1/2 colher de chá de canela

1/4 de colher de chá de noz-moscada

1/3 de buttermilk( leite com 1 colher de sopa de sumo de limão; descansa pelo menos 5 minutos até talhar)

1 ovo

1 colher de sopa de manteiga



Combinar os ingredientes. Untar uma forma de donuts e vazar lá a mistura.




Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 15 minutos. Deixar arrefecer um pouco e desenformar.

Enquanto ainda estão quentes pincelar os donuts com manteiga ( usei óleo de coco) e polvilhá-los com uma mistura de açúcar e canela.

























O paninho foi pintado por mim com a técnica de stencil. Espero que gostem.



segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Sapatos em croché

Andava com imensa vontade de experimentar este projeto. Tinha visto no Pinterest como fazer sapatos em croché e resolvi experimentar. Comprei uns chinelos baratos pois ,se não desse certo, também não se perderia muito e pus mãos à obra. Fiquei contente por ter conseguido completar o projeto, mas não sei se será para repetir. 😆😁



Segui este modelo daqui, mas usei como sola os tais chinelos de que já vos falei.


Fiz furos nas solas com 1 cm de distância com um furador.







Espero que gostem.